Em 2014 completou 10 anos que a Incorporação Cosil patrocina o fórum focado em criatividade e inovação. O XIII Fórum de Criatividade e Inovação foi realizado em Vitoria/ES e teve como objetivo principal disseminar a prática do pensamento criativo e o conhecimento sobre criatividade e inovação no Brasil.     
O FICI é formatado com workshops, palestras, painéis, cases práticos e discussões de forma que fique claro para o participante o quanto o resgate e o desenvolvimento do seu potencial criativo poderá se tornar num diferencial de competência para o indivíduo, a comunidade, o território ou a empresa. O evento contou com mais de 30 palestrantes (doutores, mestres, especialistas e executivos) brasileiros e internacionais.
    
O fórum sofreu uma grande transformação na sua forma de abordagem desde a sua décima edição; quando ao invés de apenas uma plenária e sessões com workshops foi decidido que haveriam quatro plenárias, abordando simultaneamente os seguintes temas: Criatividade e Inovação, Economia Criativa, Liderança Criativa e Criatividade na Educação.

Realizada pelo quarto ano consecutivo, Campanha Compartilhando Sonhos já doou cerca de R$ 70 mil e 11 mil donativos para sete instituições.

Sempre investindo em ações de responsabilidade social, a Cosil realiza, pelo quarto ano consecutivo, a Campanha Compartilhando Sonhos, que reúne esforços para favorecer uma instituição beneficente. A campanha, que foi sucesso em edições passadas e já reverteu cerca de R$ 70 mil em doações para sete instituições, faz parte das comemorações dos 49 anos de atuação da empresa no ramo da construção civil, que este ano vai doar todo o valor arrecadado para a Associação dos Pais e Amigos dos Deficientes Auditivos de Sergipe (APADA).         
Na campanha, a cada apartamento comercializado entre os dias 1 e 31 de agosto, parte do valor das vendas será doado, conforme regulamento. "A ideia é fazer com que os clientes realizem seu sonho colaborando para a realização do sonho de alguém. A campanha se estende também ao ambiente online, onde qualquer pessoa pode ajudar e cada novo `curtir` vale R$ 2 em doações para a APADA, podendo somar até R$ 10 mil", explica a coordenadora de Marketing da Cosil, Fernanda Lima.

O internauta pode dar a sua colaboração com poucos cliques através da fanpage da Cosil no Facebook (www.facebook.com/cosilconstrucoes). Após curtir a página, basta acessar a aba do aplicativo Compartilhando Sonhos e clicar no botão `curtir`. A campanha também recebe doação de alimentos não perecíveis nos pontos de coleta em Aracaju, nos estandes da Cosil, que serão revertidos para a instituição. "Essas ações são muito importantes como complemento para toda a campanha, já que o valor doado em dinheiro será destinado para reformas na associação e com os alimentos, ajudaremos também na manutenção das despesas mensais da APADA", completa Fernanda. Nas edições passadas a arrecadação somou mais de 11 mil donativos. 

Nos últimos três anos, a Cosil também apoiou a realização do McDia Feliz, mobilização de combate ao câncer infanto-juvenil cuja a venda de sanduíches é revertida para entidades carentes. Esse ano, a construtora também participará da iniciativa, com a distribuição de tickets entre colaboradores das três cidades onde a empresa atua.

Alunos de comunidade do bairro de Boa Viagem garantiram o diploma do 2º grau, na última quinta, 03 de julho, através de projeto realizado pela Cosil Incorporações e Construções em parceria com o SESI        
A Comunidade Beira Rio comemora a formatura no ensino médio de 13 alunos que receberam aulas na sede da Associação de Moradores. O projeto de responsabilidade social desenvolvido pela Cosil Incorporações e Construções, teve início em fevereiro de 2011 com um diagnóstico social feito na comunidade, em busca de um melhor entendimento das necessidades daquela população. Como resultado do diagnóstico, a Cosil decidiu contemplar a comunidade com a oportunidade de voltar à sala de aula. Para que o trabalho fosse desenvolvido, a Cosil firmou contrato com o Serviço Social da Indústria (SESI), dentro do programa Educação de Jovens e Adultos (EJA).
                
A Associação de Moradores da Comunidade Beira Rio, local onde aconteceram as aula ao longo destes 3 anos e meio de trabalho, também foi reformada para garantir um ambiente mais propício ao aprendizado. A Cosil providenciou, inclusive, cadeiras, quadros, armários, bebedouro, material didático, lanche e a remuneração dos professores. As aulas, que tiveram início com mais de 50 alunos, aconteciam à noite. Alguns alunos faltavam, por não terem onde deixar as crianças durante o horário da aula. Assim, um ambiente para deixar as crianças foi fundamental para os que não tinham condições de participar das aulas por causa dos filhos.                
Não foi apenas um diploma que os 16 alunos da comunidade Beira Rio conquistaram. Após três anos e meio de estudos, eles garantiram também o conhecimento sobre seus direitos e a chance de dar novos rumos às suas vidas. Segundo seu Silvano José da Silva, pedreiro, de 37 anos, a oportunidade de uma sala de aula na própria comunidade era tudo o que precisava para voltar a estudar, depois de 20 anos. O pedreiro, que parou de estudar aos 14, quando casou, trabalhou para sustentar seus três filhos que hoje se formam.
"Eu já tinha tentado estudar antes, mas quando chegava à escola os professores não queriam ensinar e eu saia de lá sem saber de nada, então desisti. Quando eu soube da escola da Cosil, eu fui lá ver como eram as aulas e vi que os professores ensinavam com amor, tinham  
uma dinâmica que fazia a gente aprender de verdade e ensinavam com carinho nos olhos", conta entusiasmado. A vontade de vencer essa etapa e encarar novos desafios foi o que motivou seu Silvano. "Gostaria de agradecer a Cosil por acreditar na educação como instrumento de desenvolvimento e ascensão social. Hoje eu tenho mais independência, consigo interpretar textos e planejo fazer um curso de técnico em edificações. Depois, quem sabe, posso dar a notícia de que me formei na faculdade", completa agradecendo a iniciativa da empresa e fazendo planos para o futuro.
            
Além de seu Silvano, mais 12 alunos ganharam novas expectativas de vida. Umberto, de 37 anos, já pôde comprovar na prática a diferenças de ter um 2º grau completo no currículo. "Depois que terminei a escola, avisei no meu trabalho e acabei conseguindo um cargo maior. Fui promovido de zelador a encarregado de serviços gerais. A falta de conhecimento deixa a pessoa com vergonha. Sem dúvida alguma, agora, a minha visão é bem mais ampla sobre os meus direitos e mundo é o limite", explica Umberto.        
Para Elaine, esse tipo de projeto é de extrema importância para a Cosil, que visa à pessoa em primeiro lugar e considera o conhecimento o principal estimulador do crescimento pessoal.
O programa terá continuidade nas obras da Cosil e, provavelmente, em outra comunidade.

Uma campanha solidária realizada pela Cosil resultou na reforma das instalações do Same - Lar de Idosos Nossa Senhora da Conceição. A partir da iniciativa foram reformadas quatro áreas na instituição: sala de espera dos consultórios, sala de assistência social, telhado do pavilhão almoxarifado e consultório odontológico. Para comemorar o aniversário de 48 anos, em 2013, a empresa preparou um mês inteiro de atividades voltadas para comunidade, clientes e parceiros. Uma das iniciativas foi a terceira edição da campanha 'Compartilhando Sonhos', promoção de grande sucesso que ajuda instituições beneficentes de Aracaju, de Recife e de São Paulo. Na campanha 'Compartilhando Sonhos', a cada apartamento vendido, foi doado pela Cosil um valor e o total arrecadado com as vendas do mês foi destinado para as instituições. A ação social foi levada para as redes sociais, através da fanpage (www.facebook.com/cosilconstrucoes). Uma enquete decidiu quem seria a instituição beneficiada. Ao acessar o facebook da Cosil, o visitante tinha três opções de instituições participantes. O Same foi o escolhido pela maioria dos internautas. "Agradecemos a todos os envolvidos nessa campanha, desde os seus idealizadores, aos amigos que curtiram e compartilharam através do facebook, aos diretores e funcionários da Cosil que se somaram para a concretização e sucesso dessa campanha. Reiteramos, agradecidos, nossos votos de estima e consideração", diz Antônio Costa Almeida, presidente da instituição. 

O judoca Raphael Faro, atleta que recebe apoio da Cosil, acaba de participar da copa 'Módulo de Judô', realizada com presença de 326 judocas dos estados de Bahia, Alagoas e Sergipe. A competição serviu como preparação para Raphael, que estará no Campeonato 
Brasileiro Regional II, de 4 a 6 de abril, na cidade de Igarassu em Pernambuco. O judoca foi campeão na competição nos anos de 2011, 2012, 2013 e 2014.

Além disso, o judoca Raphael Faro também participou da quarta edição da Copa Judô e Ação, realizada na cidade de Itabaiana. O atleta, que tem o patrocínio da Cosil, foi campeão na categoria Sub-18 até 50 quilos. O evento reuniu cerca de 108 judocas de várias categorias. 

A cada ano, quando a "Hora do Planeta" se aproxima, cidadãos de todo o mundo se unem em prol da questão ambiental. Promovido pela rede WWF, a campanha busca conscientizar a população mundial sobre os prejuízos e consequências do aquecimento global. A proposta sugere que, durante 60 minutos, as luzes de diversas localidades espalhadas pelos cinco continentes sejam apagadas, simbolizando a redução do consumo de energia.               
Este ano, o evento acontecerá às 20h30min do dia 29 de março. Como em outras edições, governos, empresas e diversas entidades participam da mobilização e colaboram com a causa. A adesão a práticas sustentáveis, por parte das organizações, serve de incentivo e espelho para que a população mundial siga e dissemine o mesmo exemplo.
            
Pelo quinto ano consecutivo, a Cosil apoiará a "Hora do Planeta", divulgando a ação nos stands de vendas, nas redes sociais e para os seus colaboradores. "A partir dessa corrente 
do bem, a incorporadora engaja o público e, ao mesmo tempo, demonstra o compromisso que sustenta com a preservação da natureza", diz Fernanda Lima, coordenadora de Marketing da empresa.

Pelo sexto ano consecutivo a Cosil apoia a AHPAS - Associação Helena Piccardi de Andrade - na campanha "ADOTE O CAMINHO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES EM TRATAMENTO DE CÂNCER". A entidade realiza o transporte das crianças e adolescentes em tratamento de câncer do hospital para a casa e vice-versa.
Aline Corgnier, supervisora geral da AHPAS, destaca que a doação regular da Cosil é muito importante. "Dessa forma, podemos ter a segurança da continuidade de nosso trabalho", diz.

Além do transporte, a Associação disponibiliza a presença de uma agente social para o serviço denominado "Educação em Movimento" durante os trajetos. A profissional ajuda os pacientes e a família em diversas questões, esclarece dúvidas, orienta em relação aos direitos e quando percebe que é necessário, entra em contato com o hospital de tratamento para solicitar ajuda específica.

"Por meio deste trabalho, podemos ir além. Apoiamos os pacientes e as famílias de diversas maneiras, inclusive com a realização de campanhas para assistência social, quando necessário", afirma Aline.
A AHPAS possui também o atendimento do "Núcleo Marcela Costa Baptista de Apoio a Pais Enlutados", que acolhe pais que perderam seus filhos por conta do câncer e precisam reconstruir o sentido de suas vidas. São realizadas reuniões mensais com a presença de uma psicóloga, que coordena os trabalhos com mais três voluntárias. 

Alunos de comunidade do bairro de Boa Viagem garantiram o diploma do 2º grau, na última quinta, 03 de julho, através de projeto realizado pela Cosil Incorporações e Construções em parceria com o SESI .
A Comunidade Beira Rio comemora a formatura no ensino médio de 13 alunos que receberam aulas na sede da Associação de Moradores. O projeto de responsabilidade social desenvolvido pela Cosil Incorporações e Construções, teve início em fevereiro de 2011 com um diagnóstico social feito na comunidade, em busca de um melhor entendimento das necessidades daquela população. Como resultado do diagnóstico, a Cosil decidiu contemplar a comunidade com a oportunidade de voltar à sala de aula. Para que o trabalho fosse desenvolvido, a Cosil firmou contrato com o Serviço Social da Indústria (SESI), dentro do programa Educação de Jovens e Adultos (EJA). 
A Associação de Moradores da Comunidade Beira Rio, local onde aconteceram as aula ao longo destes 3 anos e meio de trabalho, também foi reformada para garantir um ambiente mais propício ao aprendizado. A Cosil providenciou, inclusive, cadeiras, quadros, armários, bebedouro, material didático, lanche e a remuneração dos professores. As aulas, que tiveram início com mais de 50 alunos, aconteciam à noite. Alguns alunos faltavam, por não terem onde deixar as crianças durante o horário da aula. Assim, um ambiente para deixar as crianças foi fundamental para os que não tinham condições de participar das aulas por causa dos filhos. 
Não foi apenas um diploma que os 16 alunos da comunidade Beira Rio conquistaram. Após três anos e meio de estudos, eles garantiram também o conhecimento sobre seus direitos e a chance de dar novos rumos às suas vidas. Segundo seu Silvano José da Silva, pedreiro, de 37 anos, a oportunidade de uma sala de aula na própria comunidade era tudo o que precisava para voltar a estudar, depois de 20 anos. O pedreiro, que parou de estudar aos 14, quando casou, trabalhou para sustentar seus três filhos que hoje se formam.
"Eu já tinha tentado estudar antes, mas quando chegava à escola os professores não queriam ensinar e eu saia de lá sem saber de nada, então desisti. Quando eu soube da escola da Cosil, eu fui lá ver como eram as aulas e vi que os professores ensinavam com amor, tinham uma dinâmica que fazia a gente aprender de verdade e ensinavam com carinho nos olhos", conta entusiasmado. A vontade de vencer essa etapa e encarar novos desafios foi o que motivou seu Silvano. "Gostaria de agradecer a Cosil por acreditar na educação como instrumento de desenvolvimento e ascensão social. Hoje eu tenho mais independência, consigo interpretar textos e planejo fazer um curso de técnico em edificações. Depois, quem sabe, posso dar a notícia de que me formei na faculdade", completa agradecendo a iniciativa da empresa e fazendo planos para o futuro. 
Além de seu Silvano, mais 12 alunos ganharam novas expectativas de vida. Umberto, de 37 anos, já pôde comprovar na prática a diferenças de ter um 2º grau completo no currículo. "Depois que terminei a escola, avisei no meu trabalho e acabei conseguindo um cargo maior. Fui promovido de zelador a encarregado de serviços gerais. A falta de conhecimento deixa a 
pessoa com vergonha. Sem dúvida alguma, agora, a minha visão é bem mais ampla sobre os meus direitos e mundo é o limite", explica Umberto. 
Para Elaine, esse tipo de projeto é de extrema importância para a Cosil, que visa à pessoa em primeiro lugar e considera o conhecimento o principal estimulador do crescimento pessoal. O programa terá continuidade nas obras da Cosil e, provavelmente, em outra comunidade.     

O programa desenvolve projetos personalizados, de acordo com as necessidades dos clientes
Entre as facilidades que a Cosil, incorporadora sergipana com ramificações em Recife e São Paulo, disponibiliza aos clientes está a Planta Acessível, idealizada especialmente para quem precisa de atributos especiais no imóvel. 
"Tratam-se de projetos pensados para atender a diversidade humana. Há opções de plantas para terceira idade, que oferecem facilidades como barras de apoio nos banheiros, altura ideal nas pias, ambientes mais amplos e até o posicionamento confortável das maçanetas", diz Marcela Rastelli,  Gerente de Incorporação e Novos Negócios da Cosil.
A executiva explica que a opção por esses projetos não gera nenhum custo adicional ao cliente. "São soluções oferecidas para facilitar o dia a dia de nossos clientes. Além das plantas para idosos, desenvolvemos também projetos para pessoas com dificuldades de locomoção", ressalta.
Neste caso, nas áreas comuns dos empreendimentos a acessibilidade também se faz presente, com rampas acesso, bancos de transferência na piscina, vagas destinadas a portadores de necessidades especiais, entre outros.
Desde a fase inicial do projeto, são concebidas plantas com instalações aptas a atender  
às necessidades dos moradores. As solicitações são avaliadas caso a caso. O Clube Atalaia, empreendimento da Cosil localizado em Aracaju (SE), foi a primeira planta na capital sergipana planejada integralmente com projeto que facilita a acessibilidade.
"Temos a preocupação de aperfeiçoar constantemente as opções oferecidas para as necessidades específicas. Para se chegar a um denominador comum, é preciso prestar atenção na representatividade de cada uma para o coletivo nos empreendimentos. Só assim, é possível apresentar um projeto exclusivo, que vai ao encontro ao que o cliente procura", pontua.
Marcela afirma que acima de tudo está o bem estar dos moradores. "Entender o cliente, desenvolvendo soluções para as mais variadas necessidades, é um objetivo levado a sério pela empresa", destaca.

Participar de iniciativas sociais é tradição na Cosil. Pelo quinto ano consecutivo a incorporadora apoia a AHPAS - Associação Helena Piccardi de Andrade - na campanha "ADOTE O CAMINHO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES EM TRATAMENTO DE CÂNCER". 
O valor concedido representa o auxílio a três crianças. "A doação regular da Cosil é muito importante para nós, pois podemos ter a segurança da continuidade de nosso trabalho", diz Aline Corgnier, supervisora geral da AHPAS.
Aline explica que, além de realizar o transporte das crianças e adolescentes em tratamento de câncer do hospital para a casa e vice-versa, a Associação disponibiliza a presença de uma psicóloga da ação "Educação em Movimento" durante os trajetos.
A profissional ajuda os pacientes e a família em diversas questões, esclarece dúvidas, orienta em relação aos direitos e quando percebe que é necessário, entra em contato com o hospital de tratamento para solicitar ajuda específica.
"Por meio deste trabalho, podemos ir além. Apoiamos os pacientes de diversas maneiras, inclusive com a realização de campanhas para assistência social, quando necessário", afirma.
Jéssica Silva, diretora comercial e de clientes da Cosil, destaca que colaborar com a AHPAS é gratificante, pois é um trabalho sério e respeitado. "Muitas famílias dependem da Associação e só com esse apoio conseguem passar por um momento tão delicado que é o tratamento do câncer", ressalta.

A 12ª edição do evento acontecerá em Vitória (ES), de 4 a 6 de setembro.
A incorporadora Cosil participará da 12ª edição do Fórum Internacional de Criatividade e Inovação (FICI), de 4 a 6 de setembro, em Vitória (ES). Assuntos como economia criativa, liderança, inovação e criatividade serão abordados no evento. A Cosil é uma das patrocinadoras e participará de dois painéis.
Organizado pela Fundação Brasil Criativo, o Fórum tem o objetivo de resgatar e desenvolver o pensamento inovador como forma de obter resultados nas empresas e na vida das pessoas. Na programação do evento, os acionistas da Cosil Carlos José Silva e Samara Silva participarão, 
respectivamente, dos painéis 'Líderes que fazem acontecer' e 'Jovens líderes que fazemacontecer'.  
O Fórum contará com 20 palestras, quatro painéis temáticos, seis apresentações de cases, cinco papers, quatro workshops internacionais e duas sessões experimentais do Laboratório de Criatividade

Cada vez mais, as empresas privadas compreendem a importância de apoiar a cultura e valorizar a arte do país. Essa atitude faz parte da chamada responsabilidade social, que vai muito além da realização de obras beneficentes. É o envolvimento dessas empresas com a formação educacional dos brasileiros.
Dessa forma, são mais valorizadas pela sociedade e recebem um olhar diferenciado dos cidadãos, exercendo uma função que ultrapassa o mundo dos negócios. Quando essa participação se refere ao mundo artístico, a contribuição social ganha um papel ainda mais especial, tendo em vista que a sociedade necessita de estímulo para resgatar os pilares da arte nacional. 

Em consonância com esses valores, a Cosil, que está completando 48 anos de atuação 
na construção civil, é uma das patrocinadoras do livro "Um Sentir Sobre as Artes Visuais em Sergipe". A obra conta com 282 páginas, escritas em português e inglês.

Trata-se de um projeto diferenciado do sergipano Mario Britto, que abre seu acervo pessoal de obras artísticas realizando uma exposição panorâmica e o lançamento do livro sobre a produção de artes visuais em Sergipe, incluindo pintura, escultura e fotografia. "São mais de 200 anos de arte reunidos, que representam o universo de Sergipe. Apesar de fazerem parte de um acervo pessoal, não me considero dono das obras. Eu cuido delas, sou guardião, mas elas pertencem ao povo, a história", diz Mário Britto.
Britto destaca que o objetivo do projeto é também incentivar outros  colecionadores a mostrarem suas coleções, já que elas são de toda a sociedade. "Não é um livro comercial, justamente porque a ideia é oferecer esse contato artístico para todos. Serão 3.000 exemplares distribuídos". O projeto faz parte também da comemoração de 50 anos de Britto. 
Por isso, ele decidiu reunir 50 obras de seu acervo de artistas sergipanos, denascimento ou que fizeram carreira na capital. 
Jéssica Silva, diretora comercial da Cosil, destaca que para a empresa é muito importante o envolvimento com a ação. "Ser um dos patrocinadores significa que apoiamos a iniciativa, que vai levar mais conhecimento aos sergipanos sobre nossas raízes", diz Jéssica.
Após o lançamento do livro, que será em 26 de setembro, e a exposição, que vai de 26 de setembro a 15 de novembro na Galeria de Arte, o projeto seguirá em formato pedagógico, dirigido pela curadora educacional Josevanda Franco.
Britto e Josevanda visitarão escolas para apresentarem palestras com o conteúdo do livro e da exposição. "É uma oportunidade de apoio educacional na formação artística e histórica das crianças, já que o livro traz, além das imagens das obras, um pouco da história de vida, sob meu ponto de vista, de cada artista apresentado", completa Britto.Para ele a participação da Cosil e das demais empresas no projeto é imprescindível, pois trata-se de um trabalho bonito que acrescentará muito a sociedade.

Compartilhando Sonhos ajudará instituições carentes
A Cosil completará em agosto 48 anos de atuação no mercado da construção civil. Para comemorar a data, a empresa prepara um mês inteiro de atividades voltadas para comunidade, clientes e parceiros. Uma das iniciativas será a terceira edição da campanha 'Compartilhando Sonhos', promoção de grande sucesso que ajuda há dois anos instituições beneficentes de Aracaju, de Recife e de São Paulo.

Na campanha 'Compartilhando Sonhos', a cada apartamento vendido, será doado pela Cosil um valor e o total arrecadado com as vendas do mês, será destinado para uma instituição filantrópica. Farão parte da promoção as propostas feitas no mês de agosto, entre os dias 01/08 a 31/08, cujos contratos forem efetivamente assinados.  A ação social será levada novamente para as redes sociais, através da fanpage na rede social facebook (www.facebook.com/cosilconstrucoes).  

Uma enquete decidirá quem será a instituição beneficiada. Ao acessar o facebook da Cosil até o dia 31 de agosto, o visitante verá as três opções de instituições participantes (SAME, Associação Aconchego e Casa Santa Zita). Após encerramento da votação, será postado um vídeo da campanha. Cada curtida e/ou compartilhamento representará um real de doação. "A meta da empresa é chegar até R$ 10.000,00, valor limite, além do arrecadado com parte das vendas. Quanto mais os internautas participarem, maior será o valor da doação", conta Fernanda Lima, coordenadora de Marketing da empresa.

As duas edições anteriores da campanha foram sucesso. Os números finais confirmam o êxito da iniciativa: cerca de R$ 55.000,00 arrecadados e divididos entre seis instituições que atuam em Aracaju, Recife e São Paulo, além dos 10 mil donativos arrecadados nas demais ações solidárias do projeto. "Para nós é uma alegria colaborar mais uma vez com entidades que realizam importantes trabalhos em suas localidades", afirma Fernanda.
 
Solidário
Outra ação realizada pela Cosil em seu mês de aniversário será a gincana 'Compartilhando Sonhos'. A iniciativa solidária envolverá os corretores da Viva Bem e da FGi Negócios Imobiliários, em uma animada disputa que arrecadará donativos para instituições carentes.

Nos últimos dois anos, a Cosil também apoiou a realização do McDia Feliz, mobilização de combate ao câncer infanto-juvenil cuja a venda de sanduíches é revertida para entidades carentes. Quinhentos e vinte e três tickets foram comprados e distribuídos entre colaboradores das três cidades onde a empresa atua. Esse ano, a Cosil também participará da iniciativa.

Com o objetivo de incentivar a prática esportiva, a incorporadora Cosil patrocinará o judoca sergipano Raphael Faro. Dessa vez, o esportista terá apoio na participação da IX Copa Minas Tênis Clube e do Treinamento de Campo. Os eventos esportivos acontecerão de 12 a 18 de julho, em Belo Horizonte (MG).
A participação de Raphael Faro nos eventos em Minas Gerais tem como principais objetivos ajudar no processo evolutivo do atleta, servir de preparação para campeonatos no segundo semestre, intensificar os treinamentos e proporcionar um intercâmbio técnico com outros clubes e academias.
Para Raphael, o apoio da Cosil é fundamental nas viagens e nos resultados que vem adquirindo. "A Cosil é peça fundamental desde do início da minha carreira no Judô e tem colaborado sem medir esforços nas minhas viagens", afirma o judoca.
 
Com três horas de treinamentos diários, Raphael já vem intensificando as atividades na parte física e psicológica, visando a participação nas Olimpíadas Escolares 2013, em João Pessoa (PB). A última conquista foi em maio de 2013, com medalha de bronze nas categorias individual e por equipes, nos Jogos Escolares da TV Sergipe.
O Treinamento de Campo e a Copa Minas Tênis Clube são eventos reconhecidos nacionalmente e que fazem parte dos calendários da Confederação Brasileira de Judô e da Federação Mineira de Judô. A última edição do torneio reuniu mais de 1.350 atletas de 98 instituições esportivas, representando 21 estados brasileiros.    

Colaboradores da Cosil participarão da segunda edição do 'Construindo Letras'
A Cosil promoverá nos mês de junho a segunda edição do projeto 'Construindo Letras'.  Colaboradores dos empreendimentos Clube do Parque, Terraços Beira Mar, Neo Jardins e Vitta Condomínio, em um total de 55, participarão de aulas de alfabetização nos canteiros de obras. 
A formação da turma de participantes em 2013 começou em abril.  A empresa realizou um trabalho de sensibilização nos canteiros de obras, apresentando o objetivo, duração, carga horária e metodologia. Colaboradores que passaram pelo projeto no ano passado deram seus depoimentos.
O projeto "Construindo Letras" faz parte do programa "Ser Social", que valoriza e investe na alfabetização dos colaboradores da empresa. Focado na educação, o trabalho é realizado em parceria com o programa dos governos estadual e federal "Sergipe Alfabetizado". O objetivo é alfabetizar jovens e adultos para a erradicação do analfabetismo.

A parceria entre a Cosil e o Governo de Sergipe, através da Secretaria de Educação, permitiu que vinte e três operários da incorporadora fossem alfabetizados. Os trabalhadores, que atuam nos canteiros de obras dos empreendimentos da Cosil, receberam na última quarta-feira (5) os certificados de participação no 'Sergipe Alfabetizado'. O programa estadual tem o objetivo de alfabetizar jovens e adultos para a erradicação do analfabetismo.
              
A solenidade contou com a presença da secretária adjunta da Educação,  Hortência Pereira Araújo, e da diretora de Empreendimentos da Cosil, Danusa Silva. Hortência destacou a importância do programa para a alfabetização dos adultos. "Estamos contribuindo para o 
resgate dessa dívida histórica com aqueles que não tiveram essa oportunidade", afirmou a professora.        
A diretora Danusa Silva falou sobre o que representa a formatura dos colaboradores. "A gente sabe que não é fácil entrar numa sala de aula depois de um dia inteiro de trabalho. Todos eles são vitoriosos. Vi alunos aqui com uma idade avançada, e isso mostra que nunca é tarde para aprender. Espero que eles sirvam de exemplo para os mais jovens", disse a executiva.
         
Emoção    
A emoção tomou conta dos formandos. José Reginaldo dos Santos foi o orador da turma e não escondeu sua satisfação em ter aprendido a ler e escrever. "Para mim essa formatura representa muita coisa; foi uma grande vitória, pois eu estava há muito tempo afastado da escola. Hoje conheço coisas que antes eu não sabia", disse. O formando Leonardo Ferreira dos Santos, emocionado, disse: "Estou me sentindo muito feliz, pois aprendi muito com as aulas que tive. Gostei bastante". O aluno Cláudio Alves Santos explicou o quanto essa formatura foi importante para ele. "Fico muito honrado porque hoje, graças a essa parceria entre a Seed e a Cosil, a gente sabe alguma coisa. A pessoa que não sabe ler e escrever é como um cego, não vê nada. Abrimos nossos olhos agora e esperamos que isso não pare. Espero que muitos dos meus amigos também aprendam a ler e escrever". Já Sebastião Fontes Correia disse que "essa formatura significa muito para mim. Antes eu só sabia assinar o meu nome, mas hoje já consigo escrever e ler tudo que vejo".
 
Projetos        
A diretora de Recursos Humanos, Vanessa Lima, lembrou que a Cosil desenvolve o projeto Construindo Letras, cuja proposta é viabilizar o desenvolvimento educacional dos colaboradores. "A empresa se preocupa com a formação das pessoas, inclusive o foco para os próximos anos será ampliar o projeto dedicado ao desenvolvimento de todo grupo. Daremos continuidade ao programa e a nossa meta é formar mais de 100 pessoas em 2013", enfatizou.
O presidente da Cosil, Carlos José Silva, lembrou que Educação é um desafio de todos os brasileiros e que o objetivo da empresa é desenvolver nossa gente onde seja possível que atitudes e valores melhorem a qualidade de vida de um modo geral. "A alfabetização não se resume apenas em ensinar a ler, mas possibilita que as pessoas se desenvolvam e façam parte da sociedade. Nossos programas vão crescer junto com a Cosil e iremos cada vez mais incentivar o desenvolvimento de nossa gente", ressaltou.
Carlos José destacou também o Programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA), desenvolvido em parceria com o Serviço Social da Indústria (SESI), A iniciativa permite que colaboradores dos empreendimentos Clube do Parque, Terraços Beira Mar, Vitta Condomínio Clube e Spazio Acqua tenham aulas nas escolas do Sesi, no turno da noite.

A Cosil realizará no dia 23 de novembro o 4º Workshop Técnico. O evento acontecerá no Mercure Aracaju Delmar Mar Hotel e reunirá cerca de 300 pessoas, entre colaboradores da incorporadora e representantes de empresas que fornecem materiais, equipamentos e serviços para as obras nos estados de Sergipe, São Paulo e Pernambuco. Troca de conhecimentos, palestras, e fortalecimento das parcerias marcarão a quarta edição do workshop.

Segundo Ilana Silva, gerente de Suprimentos da Cosil, o objetivo será apresentar as principais diretrizes no relacionamento com os fornecedores, enfatizando as melhorias nos processos internos da empresa, a projeção de contratações e lançamentos nos próximos anos, bem como a importância da parceria na cadeia de suprimentos.
O 4º Worshop Técnico da Cosil terá quatro palestras em sua programação, entre elas uma sobre 'Abastecimento e logística de canteiro de obra', com Sidnei Rolemberg Albuquerque de Aguiar, 'Gestão de resíduos da construção civil', com João Victor D' Avila, e 'Estratégias inovadoras para resultados positivos nos negócios e na vida', com Antônio Neto.
 
A primeira palestra será com a própria Ilana Silva, que falará sobre 'Parceria Cosil e Fornecedores'. Outros três workshops já foram realizados e trataram de temas como planejamento, motivação, gestão de contratos e administração de empresas. "Queremos compartilhar nossos valores através da troca de experiências e aprendizagem mútua, beneficiando as parte e contribuindo para formação de uma sociedade auto-sustentável, justa e eficiente para todos", afirma Ilana. 

O judoca sergipano Raphael Faro, atleta patrocinado pela Cosil, continua a colecionar grandes resultados no esporte. Após o 5º lugar geral nas Olimpíadas Escolares Brasileira, organizado pelo COB (Comitê Olímpico Brasileiro), em Poços de Caldas (MG), Raphael foi campeão na categoria Sub-15 até 44 kg dos Jogos da Primavera 2012. O judoca já é o atual o quinto melhor no ranking olímpico nacional estudantil e o primeiro entre todos os alunos/atletas na sua categoria. Neste final de semana, participará de mais competições do calendário da Federação Sergipana de Judô.

A Cosil foi uma das patrocinadoras do passeio ciclístico da 6ª Primavera dos Museus, evento promovido em todo o país pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram). Em Aracaju, a ação foi realizada no dia 23 de setembro, às 8 horas, com saída da Praça Olímpio Campos e chegada no Parque da Sementeira.    

Outra ação realizada pela Cosil em seu mês de aniversário foi a gincana 'Compartilhando Sonhos'. A iniciativa solidária envolveu os corretores da Viva Bem e da FGi Negócios Imobiliários, em uma animada disputa que arrecadou alimentos, roupas, livros e brinquedos. Ao todo foram 2.500 itens que foram doados para as comunidades carentes dos bairros Rosa Elze e Aloque.

A Cosil Construções e Incorporações foi escolhida a 'Empresa do Ano' na 7ª edição do Prêmio Ademi/SE, o mais importante evento que elege as empresas e profissionais de destaque no ramo imobiliário em Sergipe. A cerimônia de premiação aconteceu na última terça-feira (11), no Centro de Convenções de Sergipe. O prêmio foi recebido pela diretora de Incorporações da empresa, Danusa Silva, das mãos do secretário de Desenvolvimento Econômico Saumíneo Nascimento.
 
A seleção dos ganhadores foi feita por uma comissão de profissionais e especialistas, que avaliou critérios específicos de cada categoria, premiando os empreendimentos e iniciativas de maior destaque. Os critérios para a escolha da vencedora, na categoria grande empresa, foram representatividade no setor, inovação mercadológica e evolução tecnológica. "Ao longo de nossa história fomos agraciados com inúmeros e importantes prêmios o que, certamente, destacam o nosso elevado conceito junto aos clientes, segmentos de mídia e instituições ligadas à construção civil", avalia Danusa Silva.
 
Detentora de mais de uma dezena de prêmios recebidos por suas ações em praticamente todos os seus processos construtivos, empresarias e de responsabilidade social e ambiental, a Cosil tornou-se ao longo de seus 47 anos uma referência em projetores inovadores e de rápida valorização de mercado. Em 2011, com o lançamento do Neo Jardins, a empresa trouxe para o mercado sergipano o conceito mixed use, com duas torres residenciais e uma comercial, além de unidades duplex e studio, uma grande revolução no mercado imobiliário sergipano.
 
A incorporadora tem trabalhado continuadamente no aprimoramento do seu modelo de governança corporativa, procurando atender aos mais avançados requisitos de transparência, prestação de contas, equidade, ética, conformidade, profissionalização da gestão e responsabilidade perante os stakeholders - grupos com os quais a empresa se relaciona. O sistema contribui para o desenvolvimento econômico sustentável, proporcionando melhorias no desempenho da empresa, além de maior acesso a fontes externas de capital.
 
Outra meta da Cosil tem sido a busca pela satisfação de seus clientes com práticas de relacionamento pautadas na ética, transparência e proximidade. Para estreitar o relacionamento, a empresa criou novas formas de aprimorar os programas destinados a atender e superar as expectativas dos atuais e futuros clientes. A incorporadora contratou uma consultoria especializada no novo consumidor 2.0, que tem ajudado a lidar com esse perfil de cliente, revendo processos e treinando a equipe. Com o novo formato toda a parte de Call Center está reunida em Aracaju e interligada às outras praças.
 
A sustentabilidade tem sido uma das principais marcas da Cosil. Nos projetos dos empreendimentos estão sendo implantados itens de sustentabilidade nas áreas comuns como sensores de presença, lâmpadas econômicas, coleta seletiva de lixo, bacias de fluxo duplo, torneiras com temporizador, além de aquecimento de água com gás e medição individualizada de água e gás. Uma novidade na área foi a utilização de bandejas de segurança recicladas da Ecotop na construção, que são feitas de materiais 100% reciclados, não agridem o meio-ambiente, e não oferecem riscos à saúde em nenhuma circunstância (pois não possuem amianto). Em 2011, o empreendimento Spazio Acqua recebeu o título de 'Obra Sustentável' conferido pelo Banco Santander. A empresa obteve excelente nota (78.91%) e reconhecimento pelos vários itens sustentáveis existentes no projeto.
 
A elaboração de mais um Relatório de Sustentabilidade, baseado no modelo Global Reporting Initiative, também esteve em evidência. O material foi, no ano de 2010, o primeiro baseado no modelo GRI de todo o estado de Sergipe e também o primeiro de uma construtora do Nordeste brasileiro, e apenas o quarto publicado por uma construtora no país. Outra pratica reconhecida é o oferecimento de plantas criadas com base na acessibilidade.
 
Responsabilidade Social
A Cosil também recebeu o Prêmio Ademi de 'Responsabilidade Social'. As ações sociais da empresa, realizadas em 2011, foram consideradas de relevância no setor da construção civil. "Este prêmio reconhece a contribuição que a Cosil presta para o desenvolvimento social e econômico das pessoas e comunidades no entorno de suas obras", disse Jéssica Silva, diretora comercial, ao receber o prêmio.

As ações sociais da incorporadora tem como objetivo desenvolver e melhorar a qualidade de vida nos três estados onde a empresa atua, Sergipe, São Paulo e Pernambuco. Ao longo dos seus 47 anos, a Cosil tem adotado uma postura de empresa cidadã entendendo que para realizar com sucesso a sua missão empresarial, precisa também se preocupar com a sociedade. "Esta é uma postura adotada, cada vez mais, por corporações cidadãs como a Cosil, afirma Jéssica.

O projeto de responsabilidade social abrange várias áreas, entre elas socioambiental, sustentabilidade, apoio cultural, patrocínio esportivo, voluntariado e ações internas dirigidas 
aos colaboradores e parceiros da empresa. Em 2011, um dos grandes destaques foi a campanha Compartilhando Sonhos que comemorou o aniversário de 46 anos da Cosil. Cerca de R$30.000,00 foram obtidos através da ação e divididos para três instituições: Lar Cristo Redentor (SE), Abrigo São Francisco de Assis (PE) e Casa Maria Helena (SP).

A Cosil é uma das colaboradoras principais da AHPAS - Associação Helena Piccardi de Andrade Silva - que garante a crianças e adolescentes portadores de câncer um esquema alternativo de transporte para levá-los aos hospitais.
Como uma das causas básicas de abandono dos tratamentos é a dificuldade de locomoção para chegar até eles, Tatiana Piccardi, co-fundadora e presidente da AHPAS, explica que promover ações de caráter socioestrutural é imprescindível para as pessoas que lutam contra a doença. "A construtora apoia as crianças anualmente, desde 2005. O mais importante é manter a regularidade da ajuda", diz Tatiana.

Jéssica Silva, diretora comercial da Cosil, explica que o trabalho tem uma grande amplitude, pois ultrapassa a necessidade de transporte, alcançando outras questões admiráveis, como o auxílio psicológico. "A AHPAS realiza uma tarefa que valoriza o desenvolvimento da autoconfiança e da autoestima, além de cooperar para a segurança, proteção e preservação dos pacientes", conclui. 

Em busca de apoio da iniciativa privada (como no caso da Cosil), a Associação promove um almoço filantrópico anualmente, mantém um bazar beneficente e conta com a colaboração de pessoas físicas, que contribuem mensalmente ou, quando possível, com o valor de suas disponibilidades financeiras.
Quem quiser cooperar com a AHPAS é só entrar em contato pelo telefone (11) 5535-2726 ou se cadastrar no site: www.ahpas.org.br. As crianças e adolescentes agradecem com um afetuoso sorriso!    

Evento anual que reúne em Aracaju mais de mil participantes do Brasil e outros países. A COSIL apóia o evento desde 2004, qual tem por objetivo de tornar acessível às diversas comunidades os conceitos básicos de criatividade, inovação, valores humanos e desenvolvimento sustentável.</p>    
Na programação do evento, tivemos a participação especial do presidente da Cosil, que proferiu a palestra com o tema "Liderança Criativa: Líderes que fazem acontecer", além da participação e desenvolvimento de colaboradores que participaram do evento.    

A segunda edição da campanha 'Compartilhando Sonhos', que comemorou o aniversário de 47 anos da Cosil, foi sucesso absoluto nos três estados onde a empresa atua. Foram arrecadados cerca de 25 mil reais que serão doados a instituições beneficentes de Aracaju, de Recife e de São Paulo.
    
Outra novidade foi que os próprios internautas escolheram as três entidades beneficiadas: Apae - Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Aracaju), Soapi - Sociedade Assistencial Princesa Isabel (Recife) e Abba - Associação Brasileira Beneficente (São Paulo). Os participantes também decidiram quais os donativos consideram essenciais para doação, entre roupas, alimentos, brinquedos e livros.
    
Os stands da empresa também participaram da campanha. Caixas coletoras de donativos foram colocadas e os clientes que visitaram os espaços ganharam cofrinhos. A ideia foi incentivá-los a juntarem uma doação e, em seguida, destinarem para instituições de suas preferências.

A campanha 'Compartilhando Sonhos', em suas duas edições, já arrecadou cerca de R$ 55 mil reais destinados para instituições que realizam trabalhos sociais. Foram 8.867 donativos arrecadados, entre roupas, alimentos, brinquedos e livros. Nos últimos dois anos, a Cosil também apoiou a realização do McDia Feliz, mobilização de combate ao câncer infanto-juvenil cuja a venda de sanduíches é revertida para entidades carentes, colocaria a quantidade: ao total foram adquiridos 523 tickets pela incorporadora e distribuídos para os colaboradores das três cidades onde atua.

Colaboradores da Cosil que atuam nos canteiros de obras dos empreendimentos Clube do Parque e Vitta Condomínio Clube receberam atendimento da Unidade Móvel Oftalmológica do Sesi. A ação fez parte do Saúde nas Obras, um dos pilares do Projeto Ser Social. "Os colaboradores adoraram a iniciativa, pois não é necessário se ausentar do ambiente de trabalho para cuidar da saúde", comenta Fernanda Prado, assistente social.

A saúde dos colaboradores tem sido uma prioridade na gestão de pessoas realizada pela Cosil. A construtora investe em palestras, atividades físicas e relaxantes, integração e outras práticas que trazem qualidade de vida, prevenção de doenças, e outros ganhos e benefícios para o público interno da empresa. No início do ano, a Cosil começou a oferecer ginástica laboral e quick massage no ambiente de trabalho. Profissionais especializados ministram sessões de ginástica nas unidades da construtora em Aracaju, Recife e São Paulo. A proposta é preservar a saúde dos usuários internos, aumentar o desempenho profissional e a integração.

Em 2011, a Cosil contratou uma assistente social para atuar exclusivamente no canteiro de obra. O objetivo foi colocar à disposição dos colaboradores uma profissional que ofereça assistência em diversas frentes: campo social, psicológico e econômico, incluindo a família. A empresa entende que esse trabalho trará melhorias na qualidade de vida colaborador, minimizará conflitos e maximizará a boa relação interpessoal dentro do canteiro.  O mesmo deve acontecer também em relação à autoestima, à motivação e à satisfação interna, com índices que se tornarão ainda mais positivos.

A atividade desenvolvida pela assistente social tem sido fundamental para a harmonia do trabalho. A profissional articula os colaboradores no sentido de se organizarem para a busca de objetivos comuns, para o bem estar do conjunto, evitando o individualismo. O projeto, que ganhou o nome de 'Ser Social', tem trazido impactos positivos relacionados ao clima organizacional, à saúde e à educação dos colaboradores, resultando na adoção de hábitos saudáveis, atitudes preventivas, elevação do grau de escolaridade e capital intelectual.
Atrelado ao trabalho social, estão também a sustentabilidade e a abertura de um canal de comunicação entre a empresa e o colaborador. A Cosil espera, com isso, transformar positivamente o clima organizacional, a qualidade de vida e o sentimento de identificação do grupo com a organização. 

Basta a gente ter força de vontade para aprender e isso eu tenho bastante. Quando mais jovem só pensava em festas e deixei os estudos de lado. Hoje, quero que o meu exemplo sirva de orgulho para as duas filhas que tenho". A afirmação é de José Reginaldo dos Santos, auxiliar de pedreiro da Cosil, que faz parte da turma do Programa Sergipe Alfabetizado instalada nos canteiros de obras de Aracaju.
 
Numa iniciativa pioneira, a Secretaria de Estado da Educação (Seed) está levando o Programa Sergipe Alfabetizado para os trabalhadores da construção civil. O programa, que tem como meta a alfabetização de jovens e adultos para a erradicação do analfabetismo, está beneficiando 75 trabalhadores através da parceria com a Construtora Cosil, que realiza o Projeto Construindo Letras. Reginaldo dos Santos garante que vai conseguir aprender a ler e escrever antes mesmo do final do curso. Natural de Alagoas, ele disse que está correndo contra o tempo perdido na juventude.
 
O curso nos canteiros de obras teve início no final de maio e vai até dezembro. As aulas começam às 17h30, logo após o fim do expediente dos trabalhadores, e seguem até às 19h. A empresa fornece o espaço e lanche para os alunos, enquanto que a Seed entra com o material didático e os professores. "É muito importante essa parceria na luta para erradicar o analfabetismo em Sergipe", destaca o coordenador estadual do Sergipe Alfabetizado, professor José Genivaldo Martires. Segundo ele, desde que foi instituído pelo Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado da Educação, o programa já alfabetizou mais de 170 mil pessoas acima dos 15 anos. "Agora estamos alfabetizando mais 30 mil jovens e adultos", informou.
 
Fernanda de Oliveira França, assistente social da Cosil, disse que a construtora sente-se orgulhosa em contribuir para melhorar os índices de alfabetização em Sergipe. "Também estamos dando condições para que os nossos colaboradores possam ter a oportunidade de ler e escrever para que cresçam profissionalmente", ressaltou.
 
Autoestima
De acordo com Fernanda França, depois que passaram a estudar, os trabalhadores elevaram a autoestima e estão confiantes que, por meio da educação, eles podem melhorar a qualidade de vida. "Todos estão conscientes da importância dos estudos para a formação do cidadão", disse. A assistente social da Cosil informou que as aulas do Sergipe Alfabetizado estão ocorrendo em quatro canteiros de obras da construtora: condomínio Spazio Acqua, no bairro Luzia; Clube do Parque e Vitta Clube, na Farolândia; e Terraços Beira Mar, bairro Jardins.
A professora Clécia Santos de Melo ministra aulas no canteiro de obras do Terraços Beira Mar. Segundo ela, todos os trabalhadores alunos são dedicados. "Não é fácil trabalhar o dia inteiro e ainda ter disposição para os estudos. Estou feliz e orgulhosa por todos eles", disse. Durante as aulas são abordadas as disciplinas de Língua Portuguesa, Matemática, Ciências Sociais e Natural no processo de alfabetização.

Antigo Sonho
O carpinteiro José Rochão de Andrade Neto é natural de Pinhão. Aprender a ler e a escrever é um antigo sonho dele. "Através dos estudos espero crescer profissionalmente para que eu possa oferecer melhores condições de vida a minha família", disse. José Robson Carlos é natural de Indiaroba. Na construção civil trabalha como armador. Assim como os demais colegas de trabalho, sente-se feliz por ter a oportunidade de aprender a ler e a escrever. "A cada dia que passa chegamos à conclusão de que o estudo é fundamental para a formação do ser humano", afirmou o trabalhador.  

Contribuições que o setor privado assume para o desenvolvimento sustentável e a erradicação da pobreza no país: esse é o contexto da Rio+20, a mais importante conferência multilateral focada na promoção da sustentabilidade desde a ECO-92. A Cosil, construtora sergipana com ramificações em Recife e São Paulo, é uma das colaboradoras oficiais da iniciativa e assina a carta de compromisso RIO+20.

Esta Carta será levada a autoridades governamentais de alto escalão e terá ampla divulgação durante o Fórum de Sustentabilidade Corporativa da Rio+20, a ocorrer entre os dias 15-18 de junho no Rio de Janeiro. "Os compromissos tratados no pacto vão ao encontro com a estratégia de sustentabilidade da Cosil, que visa ser exemplo a outras empresas brasileiras no engajamento pela busca de soluções inovadoras, que representem impactos reais na promoção da melhoria das condições de vida e desenvolvimento sustentável", diz Danusa Silva, diretora de Empreendimentos da Cosil.

Entre os dez compromissos assumidos pelos parceiros da ação, que busca agir de forma concreta para melhorar a qualidade de vida das pessoas e do planeta, dando passos largos na busca da economia verde e inclusiva, estão metas que realmente farão a diferença para toda a sociedade.

"Estamos empenhados com a participação. Destacamos compromissos de peso, como a busca do resultado econômico sustentável e a atuação nos processos produtivos das cadeias de valor, melhorando a eficiência do uso dos recursos ambientais, ampliando as fontes de energia ou matérias-primas renováveis, promovendo a geração de empregos dignos e o diálogo, a cooperação e o comprometimento de toda a cadeia", afirma Danusa.
A executiva destaca ainda que outros pontos são discutidos no pacto têm ordem de grande relevância, como o reforço no investimento em inovação tecnológica, o fortalecimento do papel do consumidor e o direcionamento correto dos investimentos sociais (inclusão social, educação e desenvolvimento de competências).
"O objetivo é construir, ao lado de outras organizações responsáveis, um novo cenário para os próximos 20 anos, que vivencie com profundidade a sustentabilidade", pontua Danusa.

As empresas estão investindo cada vez mais na saúde dos funcionários que atuam na construção dos empreendimentos. Além de prevenir e evitar acidentes de trabalho, o investimento resulta em maior produtividade nos canteiros de obras. "O colaborador é a parte mais importante do processo. Um acidente é sempre prejudicial para quem sofre diretamente e para quem é responsável pela integridade das pessoas, sendo assim, independente do investimento ser alto ou não, ele é fundamental", diz Jodeci Souza da Silva, engenheiro de segurança do trabalho da Cosil.
 
A construtora mantém um baixo percentual de acidentes nas obras, em média 2%, e controle em todos os canteiros, com ou sem afastamento do profissional. A informação quantitativa é passada anualmente para a FUNDACENTRO - Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho, órgão que elabora os dados estatísticos, procedimentos de segurança e materiais didáticos voltados para a área.
 
Periodicamente, o Ministério do Trabalho, assim como técnicos e engenheiros de segurança, visitam as obras da construtora para fazer vistorias do canteiro e recomendações necessárias. Logo no primeiro dia de trabalho, os colaboradores participam de treinamento admissional com carga horária de seis horas. "Investimos fortemente na segurança do trabalho e formação de profissionais que tenham condição de treinar os colaboradores, além do desenvolvimento de novas tecnologias sustentáveis", revela Jodeci.
 
Diariamente, os técnicos de segurança ministram DDS - Diálogos Diários de Segurança -, abordando temas específicos dos serviços de risco que serão executados e semestralmente passam por uma reciclagem (treinamento periódico), com carga horária de quatro horas. Todos esses procedimentos são obrigatórios.
 
A empresa desenvolve novas tecnologias sustentáveis que ajudam na conservação ambiental e, ao mesmo tempo, proporcionam maior segurança por meio da utilização de sistemas metálicos de proteção, que podem ser aproveitados em várias obras, evitando o uso de madeiras com menor durabilidade e resistência.
 
A prevenção depende exclusivamente do acompanhamento e da implementação dos programas de saúde e segurança. Algumas práticas são primordiais para a boa gestão de um canteiro de obras, como fornecimento de EPI's - Equipamentos de Proteção Individual - aos operários, instalação dos EPC's - Equipamentos de Proteção Coletiva - nos locais de trabalho onde haja riscos suscetíveis de ameaçar a segurança e treinamentos do PPRA - Programa de Prevenção de Riscos Ambientais - para orientar e qualificar os colaboradores.

A Cosil realizou o 3º Workshop Técnico para Fornecedores.  A programação incluiu palestras ministradas por colaboradores e convidados, abordando temas como: sustentabilidade, formas de madeira e motivação. Deu ainda continuidade à implantação do Programa de Qualificação e Desenvolvimento de Fornecedores e revisão da Cartilha de Fornecedores.

A Cosil é uma das colaboradoras principais da AHPAS - Associação Helena Piccardi de Andrade Silva - que garante a crianças e adolescentes portadores de câncer um esquema alternativo de transporte para levá-los aos hospitais.
Como uma das causas básicas de abandono dos tratamentos é a dificuldade de locomoção para chegar até eles, Tatiana Piccardi, co-fundadora e presidente da AHPAS, explica que promover ações de caráter socioestrutural é imprescindível para as pessoas que lutam contra a doença. "A construtora apoia as crianças anualmente, desde 2005. O mais importante é manter a regularidade da ajuda", diz Tatiana.

Jéssica Silva, diretora comercial da Cosil, explica que o trabalho tem uma grande amplitude, pois ultrapassa a necessidade de transporte, alcançando outras questões admiráveis, como o auxílio psicológico. "A AHPAS realiza uma tarefa que valoriza o desenvolvimento da autoconfiança e da autoestima, além de cooperar para a segurança, proteção e preservação dos pacientes", conclui.
 
Em busca de apoio da iniciativa privada (como no caso da Cosil), a Associação promove um almoço filantrópico anualmente, mantém um bazar beneficente e conta com a colaboração de pessoas físicas, que contribuem mensalmente ou, quando possível, com o valor de suas disponibilidades financeiras.
Quem quiser cooperar com a AHPAS é só entrar em contato pelo telefone (11) 5535-2726 ou se cadastrar no site: www.ahpas.org.br. As crianças e adolescentes agradecem com um afetuoso sorriso!

A campanha Compartilhando Sonhos, promovida pela Cosil em comemoração aos 46 anos da construtora, foi um sucesso. Os números finais, divulgados essa semana pela empresa, confirmam o êxito da ação: cinqüenta e sete apartamentos vendidos em apenas 30 dias. "Agora, vamos reverter parte das vendas dos imóveis, realizadas no período, para três intituições filantrópicas de Sergipe, São Paulo e Pernambuco. Cada instituição receberá cerca de  R$ 9.500,00 reais ", informa Fernanda Lima, coordenadora de Marketing da Cosil.

Na campanha Compartilhando sonhos, o valor doado as instituições será de R$ 500,00 por cada apartamento vendido. Fez parte da promoção as propostas feitas no mês de agosto, entre os dias 01/08 a 31/08, cujos contratos foram assinados. Em Aracaju, o Lar Infantil Cristo Redentor, entidade sem fins lucrativos, de caráter assistencial, educacional, cultural e social, voltado às crianças e adolescentes em regime de internato,  receberá os recursos obtidos através da campanha.

A ação social foi levada, também, para as redes sociais. A Cosil criou uma Fan Page da campanha (www.facebook.com/CosilConstrucoes), que a cada acesso de internauta se transformava em mais doações para as três entidades. "Tivemos um aumento de 260% no número de acessos, o que demonstra o envolvimento e participação solidária de todos os nossos públicos", revela Fernanda.

Os corretores da Viva Bem e da FGi Negócios Imobiliários ganharam comemoração especial pela passagem do seu dia - 27 de agosto. Os profissionais das duas empresas que comercializam os imóveis da Construtora Cosil participaram de um animado churrasco que incluiu a realização de uma gincana solidária. "Foi acima de tudo um momento de reconhecimento e confraternização. Uma parada para comemorar o excelente trabalho que eles realizam", afirma Fernanda Lima, coordenadora de marketing da Cosil.
 
A comemoração aconteceu, no último domingo (28), no condomínio Morada da Praia 1, e contou também com a participação de outros colaboradores da construtora.  A programação, que se estendeu pela tarde, foi iniciada com um almoço, seguido da gincana solidária promovida entre as equipes do Bem, da Viva Bem, e Entusiasmo, da FGi Negócios. O grupo de samba Partido Moleque animou quem esteve presente.
 
A gincana foi dividida em três tarefas, cada uma valendo um ponto.  A equipe da Viva Bem saiu na frente a ganhou a disputa por arrecadação de brinquedos, mas a turma da FGi venceu na arrecadação de roupas e alimentos.  "As duas empresas foram premiadas com troféus e brindes, mas nesta gincana quem ganhou mesmo foram as instituições escolhidas para receberem as doações", diz Fernanda.

A FGi entregará suas doações as entidades Casa Mãe de Misericórdia,  Abrigo 
Sorriso e Creche Flor de Lotus. Já a imobiliária Viva Bem indicou as instituições Same - Lar de Idosos Nossa Senhora da Conceição, Casa Santa Zita e Lar de Zizi. "Arrecadamos mais de 3.000 itens que certamente ajudarão muitas pessoas. Parabéns a Cosil, que uniu a comemoração pelo dia do corretor com essa ótima ação social", disse Alessandro Fortini, da FGi. "A construtora mais uma vez demonstrou o seu espírito solidário com a realização da gincana. Nosso maior presente foi o sentimento de ajuda ao próximo", completa Túlia Darc, da Viva Bem.
 
Os corretores também receberam outra homenagem especial pela passagem do seu dia. A Cosil colocou anúncio publicitário na imprensa destacando a importância da profissão. Em um mundo onde felicidade, segurança e confiança estão cada vez mais difíceis de conquistar, é ótimo saber que há alguém trabalhando para trazer tudo isso para sua vida, dizia a peça criada pela agência Base Propaganda.

Uma iniciativa do telejornal SETV 1ª Edição da TV Sergipe. O projeto "Mãos Amigas" chega, em 2010, à sua 8ª edição com o mesmo propósito que teve quando foi criado: ajudar o maior número de pessoas, utilizando a divertida disputa entre três equipes, estas formadas por empresários, artistas, autônomos, representantes de instituições filantrópicas, entre outros.
         
No ano de 2010 a Cosil participou com a doação de parquinho para instituição PEPE, que foi escolhido pela "Equipe Vermelha" para ser a beneficiada. Além disso, a instituição foi beneficiada com a arrecadação de gêneros alimentícios diversos, material de construção, mão-de-obra para a construção da nova sede do PEPE em Aracaju, uma conquista muito aguardada pelos parceiros da instituição.
O Programa de Educação Pré-Escola", mais conhecido como PEPE, beneficia crianças de comunidades carentes que, de outra forma, encontrariam dificuldades ao ingressar no sistema educacional.

Desde 2004 a Cosil apóia este evento, que tem por objetivo tornar acessível às diversas comunidades os conceitos básicos de criatividade, inovação, valores humanos e desenvolvimento sustentável. Estes eventos anuais acontecem na cidade de Aracaju, desde 1999 e tem duração de três dias, contando com cerca de 1000 participantes e palestrantes nacionais e internacionais.
 
Considerado o maior do Brasil sobre o tema criatividade e inovação, o seu objetivo principal é deixar claro que a criatividade é uma etapa inicial e fundamental do processo que culmina com a inovação e que é necessário se desenvolver a criatividade para ao final do processo ter-se inovação.
A repercussão internacional deste evento coloca o Estado de Sergipe em destaque, visto ser o único Estado do Brasil a desenvolver, desde 1999, ações focadas essencialmente nos temas criatividade e inovação competências sobremaneira valorizadas no mundo atual.

O judoca sergipano Raphael Faro foi um dos destaques do Campeonato Alagoano de Judô quando conquistou a medalha de ouro na categoria sub 13, (atletas com idade entre 11 e 12 anos). A competição, organizada pela Federação de Judô do Estado de Alagoas (FEJEAL).         
 

A construtora Cosil é uma das associadas da AHPAS (Associação Helena Piccardi de Andrade Silva), responsável pelo transporte gratuito de crianças com câncer, em período de tratamento, no estado de São Paulo. Há mais de três anos, a empresa colabora com recursos que ajudam no funcionamento da entidade. "A AHPAS se propôs a realizar um trabalho audacioso. Por isso conta com a ajuda de pessoas físicas e jurídicas que possam associar-se, contribuindo com dinheiro ou trabalho para que o projeto se concretize. Somos gratos a Cosil pelo importante apoio que recebemos", diz a presidente Tatiana Picardi.

O Programa é uma iniciativa da Coordenadoria da Infância e da Juventude do Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe que visa à mobilização da sociedade civil para proporcionar apoio afetivo, auxílio material e serviços essenciais para crianças e adolescentes abrigados, cujos vínculos familiares se encontram rompidos total ou parcialmente. Trata-se de uma proposta de reforço à política de atendimento preconizada em lei, por meio da sensibilização de pessoas e empresas que, a partir de um compromisso social, assumam a condição de padrinhos ou madrinhas de crianças e adolescentes e contribuam para a formação plena de sua personalidade e melhoria de sua qualidade de vida. A Cosil atua como provedora desse programa proporcionando ensino médio em colégio particular, material escolar e fardamento.
 

Foi uma iniciativa do telejornal SETV 1ª Edição da TV Sergipe. O projeto teve início em 2003 com a finalidade de incentivar ações solidárias, reunindo pessoas representativas da sociedade em três equipes. Até o presente os integrantes da gincana solidária já ajudaram 15 instituições.     
A Cosil foi uma das empresas participantes do projeto ‘Mãos Amigas’ e fez parte da equipe vermelha em 2009. A construtora, que funcionou como sede de arrecadação, desta vez colaborou com a Associação dos Amigos da Oncologia, que é uma instituição não governamental que tem como objetivo colaborar com a promoção da qualidade de vida dos pacientes portadores de câncer.
Dentre os resultados do projeto podemos citar doações de toneladas de alimentos, roupas de cama, mesa, banho; reformas nos prédios das instituições; depósitos de valores em dinheiro nas contas correntes das instituições; novos sócios voluntários que se comprometeram a contribuir, pelo menos, por um ano com uma mensalidade; e até um veículo zero quilômetro foi doado ao SAME (Serviço de Assistência e Movimento de Educação) em Aracaju-SE.

Esta é uma realização da Fundação Brasil Criativo e que tem por objetivos disseminar o conceito de criatividade na cidade de Aracaju, SE atingindo um público estimado de 15.000 pessoas.

A construtora Cosil é uma das associadas da AHPAS (Associação Helena Piccardi de Andrade Silva), responsável pelo transporte gratuito de crianças com câncer, em período de tratamento, no estado de São Paulo. Há mais de três anos, a empresa colabora com recursos que ajudam no funcionamento da entidade. "A AHPAS se propôs a realizar um trabalho audacioso. Por isso conta com a ajuda de pessoas físicas e jurídicas que possam associar-se, contribuindo com dinheiro ou trabalho para que o projeto se concretize. Somos gratos a Cosil pelo importante apoio que recebemos", diz a presidente Tatiana Picardi. 

A empresa tem recebido diversos convites para falar como está implantando práticas de sustentabilidade. O primeiro convite veio da Empresa Júnior de Administração da Universidade Federal de Sergipe para participarmos do IV Seminário de Gestão Estratégica – (Sustentabilidade x Competitividade) com o Case Sustentabilidade na Cosil.
O mais recente convite partiu da FAMA (Faculdade Amadeus) também em Aracaju-SE e resultou numa palestra para 70 alunos.

O projeto foi realizado em Aracaju-SE e aplicado a 40 jovens com idade entre 18 e 25 anos que estavam cursando pelo menos o 3º ano do ensino médio, e que possuíam potencial de liderança e estavam dispostos a desenvolvê-lo.</p>
Todo o desenvolvimento do projeto foi elaborado com a aplicação da Metodologia de Resolução Criativa de Problemas. O projeto desenvolveu-se em duas fases: Fase 1: 12 módulos semanais, com carga horária de 10 horas cada; e Fase 2: Encontros mensais de 4 horas cada.

Aconteceu em novembro de 2007, no Clube Transatlântico, em São Paulo, um almoço beneficente em prol da Associação Helena Piccardi de Andrade Silva (AHPAS), que trabalha visando a melhoria da qualidade de vida de crianças e adolescentes carentes no tratamento do câncer. A Cosil, que sempre colabora com causas sociais, patrocinou o evento que reuniu colaboradores, parceiros e grande público.

Reconhecida pela competência dos seus projetos, a Cosil também é aplaudida em Sergipe por ser uma empresa solidária. Ela é consciente da realidade em que se encontra o Hemolacen, órgão responsável pela coleta de sangue no Estado de Sergipe, cujo estoque de sangue está abaixo do normal, segundo o próprio Centro. Assim, no dia 09 de outubro, técnicos do órgão fizeram uma palestra de conscientização para os colaboradores da Cosil, no nosso auditório da empresa.

Em agosto de 2007 os trabalhadores da construção civil tiveram um dia diferente e com muito lazer. Com o objetivo de construir a responsabilidade social e gerar inclusão, foi comemorado no Complexo Desportivo do Sesi o Dia Nacional da Construção Social, uma parceria entre o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil do Estado de Sergipe (Sintracon-SE) e a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC). A Cosil abraçou a causa e não ficou de fora desse dia especial.
 

Desde 2004 a Incorporadora Cosil vem apoiando o evento, que em 2007 teve a sua estratégia totalmente reformulada pela FBC. Dentre as mudanças foi modificado o nome para “Fórum de Criatividade e Inovação”, tornando assim a sua descrição mais próxima do entendimento das pessoas e das empresas.
 
O IX Fórum de Criatividade e Inovação foi realizado em Aracaju/SE entre os dias 22 a 24 de Maio de 2007. O tema escolhido para essa grande mudança, “Pensar, definir rumos e agir! 

Uma questão de sobrevivência”, define muito bem o momento de repensar os modelos mentais vigentes e buscar outras alternativas às grandes necessidades que estão presentes nos dias atuais e também que estarão emergindo das demandas políticas, sociais e econômicas da nossa sociedade no futuro.

Foram realizadas ações de ginastica laboral na Obra Unique em todo o seu cronograma. O programa foi desenviolvido em parceria com SESI e teve a participação não só dos nossos colaboradores como também dos funcionários das especialistas. Eram realizadas duas vezes por semana( terças e quintas feiras). O programa é fundamental para prevenção de doenças ocupacionais, além de contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos trabalhadores.

Projeto Odontológico e Oftalmológico realizado em 2005 e com continuação em 2006.    
Cosil participou do Fórum Internacional de Processo Criativo
A incorporadora Cosil participou como patrocinadora máster da VIII edição do Fórum Internacional de Processo Criativo que teve como tema: “Eu chave do futuro: Integrando organizações e sociedades”, realizado de 18 a 20 de Maio de 2006.

A realização desde fórum teve um significado especial, por marcar os dez anos de disseminação do conhecimento sobre pensamento criativo estratégico em Sergipe e no Nordeste. Para celebrar uma década tão intensa de realizações, a FBC fez um evento histórico, que reuniu grandes nomes do Brasil e do Exterior, transformando, mais uma vez, Aracaju, por 3 dias, na capital mundial da criatividade.

Um projeto a cada ano, realializado em maio de 2006, com a participação de 180 pessoas entre funcionários, familiares de funcionários e comunidade em geral. Tendo como objetivo principal alimentação inteligente visando valorizar a culinária regional, promover e ampliar a renda familiar através da capacitação e do incentivo à produção de alimentos saudáveis e da reeducação alimentar.

A Cosil realizou, no seu Centro de Treinamento, a aula inaugural de mais uma turma do Projeto Construindo Letras, mantido pela Cosil em parceria com o Sesi, projeto que tem como objetivo escolarizar os operários que não tiveram a oportunidade de freqüentar a escola regular.

Em mais uma Ação Social, a Cosil, cumprindo recomendação do Ministério da Saúde, vacinou todos os seus funcionários de obra contra o tétano. A ação faz parte da campanha Vacinação é Vida.

Em mais uma Ação Social, a Cosil, cumprindo recomendação do Ministério da Saúde, vacinou todos os seus funcionários de obra contra o tétano. A ação faz parte da campanha Vacinação é Vida.

Os 40 anos da Cosil foi destaque também na questão Responsabilidade Social. Em apenas uma semana, com o apoio de funcionário, fornecedores e amigos, a Cosil, arrecadou 02 toneladas e 30 quilos de alimentos, durante a gincana.
 
As instituições beneficiadas foram: Asilo Rio Branco, Cristo Redentor, Ação Solidária Almir do Picolé, Creche Tia Lílian Garangau e SAME – Ser viço de Assistência e Movimento de Educação, foram surpreendidas com a chegada dos alimentos que contou com a cobertura da equipe de reportagem 103 FM.
    
Cosil apoiou do Fórum Internacional de Processo Criativo
Diante do sucesso do evento, a Incorporadora Cosil apoiou a VII edição do Fórum Internacional de Processo Criativo, realizado entre os dias 05 a 07 de Maio de 2005, realizado em Aracaju (SE), sendo uma das patrocinadoras máster do evento.
        
Na sua sétima edição, o fórum se consolidou como o mais importante evento brasileiro voltado à discussão, à disseminação do conhecimento e à troca de experiências sobre o tema criatividade e sua importância como instrumento fundamental para o desenvolvimento pessoal, profissional e empresarial. Este ano, além das palestras, ofereceu uma mais oferta de workshops e cases práticos, com atividades dirigidas a públicos específicos: Empresa, Educação e Vida Criativa.

A Cosil comemorou o Dia das Crianças de 2004 com uma grande festa na Casa da Criança, que aconteceu no sábado, dia 09, a partir das 9h30 da manhã, e as crianças de orfanato não disfarçaram sua alegria, entrando em clima de festa com todos os presentes doados pela Cosil. A Cosil contou com o apoio de seus colaboradores, que também marcaram presença na tão animada festa.
 
Cosil participou do Fórum Internacional de Processo Criativo 
A Incorporadora Cosil foi patrocinadora máster da VI edição do Fórum Internacional de Processo Criativo, que teve como tema:“Voando Alto: Talento, Ousadia e Resultados”. O evento ocorreu de 16 a 18 de Setembro de 2004 em Aracaju (SE). O principal objetivo do VI FIPC foi aplicar a metodologia com a efetiva participação do público presente, através de atividades interativas e explanativas, que davam uma ampla noção de como podemos usar esse valioso recurso para solucionar problemas no nosso dia a dia.
 
A novidade nessa edição de 2004 foi a presença de 408 adolescentes, com idade entre 13 e 18 anos que, em paralelo ao VI FIPC, participaram do <b>I Fórum Nacional de Processo Criativo para Adolescentes.</b> Essa iniciativa da FBC atendeu ao pedido de diversos participantes dos fóruns, que achavam interessante a participação das gerações futuras do nosso país. Foi um encontro bastante eclético e rico de potencial cultural, pois estavam presentes adolescentes de classes sociais diferentes, além da presença de duas instiinstituições que trabalham com deficientes auditivos.

A iniciativa desenvolvida pela Cosil abrangeu cerca de 100 funcionários que, de forma voluntária foram doar sangue, em uma unidade móvel de coleta estacionada no canteiro de obras do Condomínio "Residencial Mercure". A iniciativa fez parte de uma campanha da empresa, que se sensibilizou com os baixos estoques de sangue do banco de sangue do Estado e resolveu fazer uma parceria com o Hemose para tentar reverter esse quadro.

Metas alcançadas

  • Mais de 10 mil

    Unidades Entregues

  • Mais de 1,3milhões

    de m² construídos

  • Mais 13mil

    clientes satisfeitos